A África do Sul como você nunca viu antes

Explore Novos Caminhos...

Aventure-se no Safari

Do jeito, no tempo e como você quiser!

Atrações

CONHECENDO MELHOR A PROVÍNCIA DE LIMPOPO

BIODIVERSIDADE

Bem ao sul de Limpopo está a cadeia de montanhas de Soutpansberg. É conhecida como um dos ambientes mais diversificados do país: com cerca de 340 espécies de árvores e uma grande variedade de animais. Nessa região, encontra-se a maior concentração de leopardos do mundo. Antigos e gigantescos baobás, as árvores que parecem estar de cabeça para baixo, abrigam vastos espaços de montanhas, os chamados bushveld, florestas indígenas e cicadáceas.

REGIÕES DE TURISMO


A PROVÍNCIA DE LIMPOPO É DIVIDIDA EM QUATRO REGIÕES:

:: A REGIÃO DE CAPRICÓRNIO

A região de Capricórnio começa em Ysterberg, se prolongando pelas colinas do Wolkberg até o trópico de Capricórnio, ao norte. A localização da região faz dela uma parada perfeita entre Gauteng e as regiões do norte, e entre as regiões mais ao nordeste do país e o mundialmente famoso Kruger National Park. Está bem próxima também de Botsuana, Zimbábue, Moçambique e Suazilândia.

:: A REGIÃO DE BUSHVELD

As montanhas de Waterberg se estendem ao longo de mais de 5 mil quilômetros quadrados, com paisagens espetaculares e vales fascinantes. São consideradas o destino ideal para o turismo de aventura, em estradas de terra batida.
A região está impregnada de história, com artefatos remontando aos tempos da Idade da Pedra. O rico mosaico regional de cultura e tradição se reflete nas diferentes tribos rurais, como Bapedi, Tswana e Basotho, e nas marcas deixadas pelos voortrekkers no local.

:: A REGIÃO DE SOUTPANSBERG


No nordeste, está a região de Soutpansberg. É aí que se situa um dos principais marcos geográficos da província, o rio Limpopo, que forma a fronteira norte da África do Sul.
Na parte ocidental da região, encontra-se a espinha rochosa da incrível cadeia de montanhas do tipo salt pan.
Em Soutpansberg, os visitantes podem conhecer o então independente torrão natal de Lebowa e Venda, local onde culturas tradicionais africanas travaram suas batalhas. Esse vale fértil foi berço de culturas que remontam à Idade do Aço. Na região, podem-se encontrar ainda relíquias San da Idade da Pedra e sua incrível rock art.

:: O VALE DOS OLIFANTS


Viajando em direção ao leste, os visitantes vão descobrir a rica herança natural do Lowveld – o mundialmente famoso Kruger National Park.
Nessa região repousa o vale do grande rio Olifants, que passa pelo Kruger National Park, e forma a fronteira sul da província. O vale dos Olifants possui uma grande variedade de animais. É conhecido por seu cenário espetacular, por suas montanhas, rios, represas e atrações históricas, culturais e étnicas.

PRINCIPAIS ATRAÇÕES DA REGIÃO:

:: VALE DO MAKAPANSGAT

Este vale está diretamente ligado às origens da humanidade. Foi aí que, em fevereiro de 1925, o professor Raymond Dart anunciou ao mundo a descoberta do primeiro homem descendente do macaco. Nas cavernas no vale do Makapansgat, há fósseis que remontam a mais de 3,3 milhões de anos. Nesse local foram encontradas relíquias da Idade da Pedra e do Aço. A área está destinada a se tornar patrimônio cultural e histórico mundial.

:: MAPUNGUBWE

Mapungubwe, um dos ícones de Limpopo, está localizado na confluência dos rios Sashi e Limpopo.
As ruínas de Mapungubwe, no vale do rio Limpopo, exibem o que restou do primeiro e maior reino sul-africano de todos os tempos. Exibem também traços da ocupação humana por volta de 850 d.C., dois séculos e meio antes do Grande Zimbábue.
Um dos objetos mais significativos encontrados em Mapungubwe foi o rinoceronte dourado, que remonta a 1200 d.C. Nessa região, os artefatos ilustram a existência de um comércio florescente e de um avançado sistema social realizado pelos reinos africanos no século XIII.

:: RESERVA NATURAL DE MODJADJI CYCAD

Nas montanhas Lobedu, próximo de Duiwelskloof e da casa da imaginária rainha da chuva ("the rain Queen"), repousa a Reserva Modjadji Cycad. É aí que existem algumas das mais velhas e maiores cicadáceas da terra.

:: KRUGER NATIONAL PARK

Aviste os "big five" (leão, leopardo, elefante, búfalo ou rinoceronte) de seu jeep de safári. Maior parque nacional da África do Sul, o Kruger oferece uma enorme gama de lodges de safári, desde luxuosos cinco estrelas até acomodações mais acessíveis, que estão equipados para levar você, de jeep, a avistar os animais selvagens africanos em seu habitat natural, sempre orientado por guias especializados – os rangers.

:: A ESTRADA DE IVORY

Das 54 reservas encontradas na província, dez estão sendo desenvolvidas em campos que seguem os passos de personagens históricos. Próximas à estrada de Ivory, essas reservas formam um arco que contorna as fronteiras periféricas da província ao longo de Botsuana, Zimbábue e Moçambique, incluindo aí a parte norte do Parque Nacional do Kruger.

:: BELA-BELA

Durante algumas décadas, a região foi conhecida como Warmbaths, por conta das fontes de água mineral no seu centro. Bela-Bela, a porta de entrada para Waterberg ou Thabazimbi ao sul, oferece atualmente acomodações baratas e diversão para toda a família.

MITOS E LENDAS VENDA

:: LAGO FUNDUZI


Nessa região está a terra consagrada a enterros do clã real dos Venda. É o local de nascimento e criação na mitologia Venda. Dizem que é protegido pelo deus Python, que se acalmava ao receber anualmente presentes, como cerveja e... virgens.

:: A FLORESTA THA VONDO

Abriga a Floresta Sagrada, no interior da qual está localizado o monte Thate, lar dos espíritos ancestrais das tribos Venda e onde era enterrada a realeza.

:: RUÍNAS DZATA

Construída por volta de 1700, Dzata foi um dia a capital do florescente império Venda. Dzata foi ocupada por apenas 60 anos e por último comandada pelo grande Thohoyandou, que formou a nação Venda com clãs que já viviam no Soutpansberg.

:: A LENDÁRIA DANÇA DOMBA

Conhecida por alguns como a dança píton, é essencial entre os rituais de iniciação voltados a mulheres jovens da tribo dos Venda. A jovem começa a andar ao redor do fogo, imitando o movimento de uma imensa cobra e cantando músicas antigas.

:: A IMENSIDÃO DE LAPALALA

Lapalala, no Waterberg, se espalha por uma área de 25 mil hectares. Nela são encontrados o raro ruão, antílopes negros, rinoceronte branco e preto e muitos outros animais e pássaros. Lapalala é um santuário de animais em risco de extinção.

:: HAERNERTSBURG

Conhecido como a Terra do Silver Mist, esse deslumbrante vilarejo nas místicas montanhas de Magoebaskloof, próximo da cidade de Tzaneen, é famoso por suas cerejas, azaléias, flora abundante e pássaros. É o lugar perfeito para uma escapada de fim de semana.

:: NYLSVLEI

Nylsvlei é uma reserva natural de 160 quilômetros. Nela estão as mais importantes e bonitas terras úmidas da África do Sul. A reserva oferece cerca de 150 espécies de pássaros, incluindo algumas das espécies mais raras do planeta, e um maravilhoso local para acampamento, com trilhas para passeios a pé e locais de piqueniques.

:: EXCURSÕES A PÉ EM LETABA

Na região de Letaba, as excursões a pé são bastante populares graças a seu cenário espetacular com densas florestas. Há passeios que não podem deixar de ser feitos, como a trilha de dois dias em Debegeni e a trilha de três dias em Dokolewa. Mas os passeios durante um dia são também uma boa pedida.

:: SAFÁRI A CAVALO

Waterberg é reconhecidamente um dos melhores lugares para quem quer participar de safáris montado a cavalo. Os diversos apetrechos à disposição atendem a todas as necessidades. Essa combinação de acampamento e safári, incluindo uma trilha de safári a cavalo, é sem dúvida uma opção para cavalgadores regulares.

:: MUSEU RHINO (DO RINOCERONTE)


A região de Lapalala Wilderness abriga um santuário de pássaros e animais selvagens ameaçados de extinção. Nesse local, encontra-se o único museu do mundo dedicado aos rinocerontes, com iniciativas bem-sucedidas alcançadas pelo seu fundador, Clive Walker.

:: PEQUENAS CIDADES VALIOSAS

Limpopo oferece as melhores cidades pequenas e calmas da África do Sul. Experimentar um passeio de uma cidade para outra, e aproveitar para conhecer a maravilhosa hospitalidade de seus habitantes, é algo inesquecível. As cidades favoritas dos viajantes são Haenertsberg, Elim, Vaalwater, além da região de
Magoebaskloof.

:: ALOJAMENTOS DE ALTO NÍVEL

A província de Limpopo oferece acomodações muito boas. Tanto acampamentos e alojamentos como pousadas e hotéis cinco estrelas para safáris, todos são absolutamente de categoria internacional.

:: ARTES E ARTESANATOS


As regiões de Gazankulu e Venda são conhecidas por seus artesanatos. Potes de argila, objetos de vime, pinturas, tapeçarias e tecidos estão ao alcance dos turistas a preços bem razoáveis. Há muitos artistas famosos, principalmente escultores, que são da região Venda. Entre eles, estão Noria Mabasa e Jackson Thugwan.